Rugidos

Sábado, 21/10/2017 às 13h18 | Foto:
Uma Novelista Madura
Muitos se lembram do nome de Glória Perez desde a novela "Eu Prometo", onde colaborava ainda com Janet Clair, e desde então tinhamos a certeza que ela sabia escrever novelas. Daí vieram grandes sucessos como "O Clone" e "Caminho das Índias" ou até um sucesso relativo, que foi "Salve Jorge", tão boa quanto as anteriores, mas que, talvez, por motivos de produção, não tenha tido uma empatia tão forte com o público como as anteriores, mas que serviu para que ela chegasse na quase perfeição de " A Força Do Querer", até no título. Como bem lembrou o ator Humberto Martins no "Globo Repórter": "Nunca houve uma novela em que o título tivesse tanto a ver com sua trama como esta". Todos os seus personagens queriam algo e lutavam, de uma forma ou outra, por esse bem a ser conquistado. E a novelista parecia lutar por uma modernidade de linguagem e de mudanças de postura da sociedade. Conseguiu com isto a sua maturidade como autora.
Para esta conquista Glória teve que tocar pesado e certeira em algumas mazelas nacionais e provocar, mas sabendo muito bem o que estava pretendendo e até onde poderia ir para não ultrapassar o limite do bom senso, ousou nas imagens e no realismo, mas sem perder a noção do tradicional. Sonhou longe, como sempre gosta de fazer em suas histórias, mas manteve os pés bem plantados no chão.Buscou engrandecer a força e a garra da mulher, mas sem diminuir os homens. Maturidade. E que bom que encontrou um diretor de núcleo, Rogério Gomes, com uma equipe de feras como Pedro Vasconcelos e tantos outros,diretores, iluminadores, figurinistas, cenógrafos, sonoplastas, bons de realização,mas sensíveis o suficiente para ficarem "À Flor da Pele" como ela nesta caminhada de quase sete meses.
Fez uma novela autoral com a ajuda também de um elenco tão próximo do "phisique" dos personagens, que ainda que errassem ou não chegassem lá, não comprometeriam sua proposta. Mas claro muitos atores, de tão talentosos, ajudaram a contar muito melhor esta história. E sem dependerem de fama, tivemos brilhos como Silvero Pereira (Nonato/Elis Miranda), Lilia Cabral (Silvana), Carol Duarte (Ivana/Ivan), Débora Falabella (Irene), Cláudia Mello (Zu), karla Karenina (Dita), Humberto Martins (Eurico), Rodrigo Lombardi (Caio), Juliana Paes (Bibi), Juliana Paiva (Simone), Jonathan Azevedo (Sabiá), Emilio Dantas (Rubinho), Isis Valverde (Ritinha), Tonico Pereira (sr. Abel), Zezé Polessa (dona Edinalva), Zeca (Marco Pigossi). Talentos puros, que impulsionados por bons personagens, fizeram desta novela um marco em suas carreiras.
"A Força do Querer" vai ficar na teledramaturgia brasileira, como a novela que teve a humildade de ser diferente para valorizar todas as diferenças. Salve Glória Perez que fez a diferença.

Últimos Rugidos

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades por email:
:
:

Twittadas

follow us
Política de Privacidade   © Copyright 2001 - 2015 Portal do Leão Lobo. Todos os direitos reservados.Site By Monndo.com